terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Satisfeito, Mano elogia atuação da seleção contra Bósnia

A vitória em St. Gallen, a primeira do ano da seleção brasileira, deixou o técnico Mano Menezes leve e com ar de satisfeito na Suíça. A tal ponto que ele parecia ter visto outro jogo e não aquele em que o Brasil venceu a Bósnia-Herzegovina com um gol contra no último minuto do tempo regulamentar. Segundo ele, a equipe mostrou evolução com a entrada de Paulo Henrique Ganso e venceu porque merecia o resultado.

Mano Menezes chegou à sala de imprensa do estádio AFG Arena com a expressão tranquila. Questionado sobre a sua avaliação geral da partida, em que o Brasil teve imensas dificuldades para superar o 19.º colocado no ranking da Fifa, Mano foi direto: "Gostei". Para ele, era esperado que a Bósnia impusesse dificuldades, porque o time rival jogava em cima dos erros do Brasil.

Mostrando-se um pouco decepcionado com o primeiro tempo, o treinador lamentou os erros individuais e a proximidade excessiva entre os jogadores. Já no segundo tempo, o desempenho mereceu seus elogios. "Fomos bem melhor, tomando o controle do jogo", disse ele, resumindo: "Produzimos com mérito para vencer o jogo".

Na entrevista coletiva, as avaliações mais precisas foram reservadas ao desempenho dos jogadores. Sobre o zagueiro David Luiz, foi duro. "O David Luiz teve uma atuação abaixo de David Luiz. Tivemos uma conversa pós-jogo e disse que o erro faz parte da vida do jogador. Não pode deixar que isso interfira na sequência da partida", queixou-se.

Elencando as atuações abaixo do esperado, citou a de Ronaldinho Gaúcho e, às vezes, a de Leandro Damião. Mano Menezes também deu a entender que Julio Cesar falhou no gol da Bósnia. "Acho que ele esperava um chute forte e veio fraco", avaliou. "Às vezes é fase".

Dentre os destaques positivos, o técnico elogiou as atuações de Paulo Henrique Ganso, Neymar - em especial no segundo tempo - e Marcelo, mas foi mais eloquente ao falar de Fernandinho. "Ele tem crescido com a gente na seleção brasileira. Hoje, com o Sandro ficando mais, soltamos o Fernandinho para fazer a transição, o que fez bem, com passe de qualidade. É um jogador que tem chegada na frente para bater", elogiou.
 
 


MAT�RIAS RELACIONADAS:

0 comentários: