segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Justiça do Ceará determina retorno imediato de policiais militares e bombeiros às atividades




Foto: Diário do Nordeste

O Tribunal Justiça do Ceará determinou o retorno imediato de policiais militares e bombeiros às atividades nesta segunda-feira, 2. De acordo com decisão da desembargadora Sérgia Miranda, caso a ordem seja descumprida, será aplicada multa de R$ 500 para militares e R$ 15 mil para associações.

Policiais e bombeiros decidiram em assembleia que não vão acatar a decisão da Justiça. Um dos líderes do movimento, o presidente da Associação dos Profissionais de Segurança Pública do Estado do Ceará, Capitão Wagner, ainda fez um alerta aos grevistas que estão aquartelados na 6º companhia do 5º batalhão sobre a possibilidade de corte de água e energia no local.

A categoria garante que a adesão ao movimento só será encerrada quando o Estado conceder a anistia de todos os militares, independente da patente; além de reajuste salarial para a categoria, promoções, jornada de trabalho de 40 horas semanais, auxílio alimentação, extinção do código disciplinar e criação de um código de ética.




MAT�RIAS RELACIONADAS:

0 comentários: