quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Com fim de uma greve e início de outra, Exército fica no Ceará




Fortaleza tenta voltar ao normal após dia de pânico, mas situação ainda preocupa: Polícia Civil anunciou greve nesta terça

Daniel Aderaldo
 iG Ceará

Foto: Daniel Aderaldo/iG
Homens do Exército durante esta quarta, em Fortaleza

O fim da greve da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Ceará foi decidido na madrugada desta quarta-feira (04), mas as tropas do Exército Brasileiro e da Força Nacional mobilizadas para reforçar a segurança do Ceará continuarão nas ruas até que a presidenta da República, Dilma Rousseff, ordene a desmobilização. Ainda há previsão da chegada de mais homens.

O pânico que tomou conta de Fortaleza na última terça-feira (04) e fez comerciantes de toda a cidade fecharem as portas durante todo o dia passou. Na manhã de hoje, o comércio abriu normalmente e o movimento nas ruas voltou ao normal.

Porém, muitas viaturas da PM estão fora de circulação porque os policiais amotinados esvaziaram e rasgaram os pneus. Mais de 250 caminhonetes estavam paradas na 6ª Companhia do 5º Batalhão, no bairro Antônio Bezerra, periferia da capital, usado como ponto de concentração do movimento. No início da manhã os veículos começaram a ser rebocados e arrumados para que voltem a circular.


Além disso, os policiais que estavam amotinados têm até o final da noite para se apresentarem em seus quartéis. Com número de viaturas e de PMs ainda pequeno, a Operação Ceará iniciada após o governador Cid Gomes (PSB) decretar estado de emergência continua.

Greve da Polícia Civil

O anúncio de uma paralisação total da Polícia Civil logo após os PMs entrarem em acordo com o governo do Ceará também preocupa o Comando da 10ª Região Militar do Exército Brasileiro – responsável pela operação. Segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Ceará (Sinpoci), 11 distritos policiais de Fortaleza estão parados, oito delegacias especializadas e 15 no interior do Estado.

As tropas federais estão sendo mobilizadas para fornecer segurança a algumas delegacias. Segundo o Comando da 10ª RM, as ocorrências serão acompanhadas pelos homens da Força Nacional e Do Exército e as medidas administrativas referentes às prisões continuarão sendo executadas, mesmo com os policiais civis parados.

De acordo com o comando da Operação Ceará, 160 veículos estão realizando o patrulhamento. Há ainda a previsão de que 140 militares de do Exército de Recife, dois blindados para transporte de pessoal, 30 militares da Força Aérea Brasileira e 230 militares da Força Nacional de Segurança Pública cheguem à Fortaleza.

Fonte: IG Ceará





MAT�RIAS RELACIONADAS:

0 comentários: