segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Corinthians perde sua segunda partida seguida e vê o Flamengo se aproximar



Corinthians perde sua segunda partida seguida, desta vez para o Avaí, na Ressacada, e vê o Flamengo se aproximar

O Corinthians dominou o adversário no primeiro tempo, quando saiu na frente. Mas deixou de mostrar a mesma determinação na segunda etapa e acabou amargando uma derrota de virada por 3 a 2 diante do Avaí, ontem à tarde na Ressacada, em Florianópolis.

Apesar da segunda derrota consecutiva no Brasileiro, o time alvinegro segue isolado na liderança, com 28 pontos e um jogo a menos que os concorrentes. Mas agora vê o Flamengo, que venceu o Grêmio por 2 a 0 no sábado, se aproximar, com 27 pontos. Já a equipe catarinense continua na zona de rebaixamento, agora com 10 pontos.

O jogo

Como mandava o figurino, o Corinthians tomou a iniciativa, marcando o adversário na saída, tocando a bola sem pressa, enquanto o rival, nervoso, se atrapalhava e cometia erros.

Logo depois de a zaga catarinense salvar um gol em cima da risca, o Corinthians abriu o marcador, aos 30, em uma bela jogada articulada por Danilo; Emerson só colocou no canto esquerdo do goleiro Felipe. Ainda no primeiro tempo, Willian acertou a trave adversária. Mas, no final desta etapa, Danilo sofreu uma contusão e o Corinthians não teria, na segunda etapa, o mesmo rendimento com o seu substituto, Alex. No intervalo, porém, tudo era alegria.

"O gol é o momento mágico do futebol", comemorava Emerson, que fez o seu primeiro gol pelo clube. "O importante foi mantermos a posse bola", analisou Jorge Henrique.

Na segunda etapa, o técnico Gallo, do Avaí, percebeu que seu time tinha o meio-campo neutralizado e decidiu substituir Fabiano por Diogo Orlando. E não é que o Avaí ficou mais competitivo? Logo aos 4 minutos, William, em um lance de oportunismo na área, empatou. E aos 13, quando o Corinthians mais pressionava para tentar empatar, o Avaí virou o jogo: em um contra-ataque rápido, William cruzou para Rafael Coelho chutar prensado com a zaga e marcar. A partir daí, o Avaí, que na etapa inicial parecia um time encolhido, apático, desmoralizado - "nem parece uma equipe de Série A", como analisou o zagueiro Welton Felipe no intervalo - e já derrotado, cresceu de produção e passou a disputar todas as bolas em todas as partes do campo.

Parada definida

O Corinthians teve uma grande chance para empatar, aos 22, mas o goleiro Felipe salvou o gol após o chute de Emerson, dentro da área. Só que aos 36, Rafael Coelho ganhou uma bola em seu campo, avançou sem combate dos zagueiros corintianos e chutou no canto direito na saída do goleiro Renan: 3 a 1.

Sem outra alternativa, a equipe alvinegra se mandou toda para a frente na base do desespero (incluindo o goleiro Renan). Felipe fez outras boas defesas em chutes de Willian, Alex e Emerson, até Jorge Henrique, em uma confusão na área, diminuir, aos 46 minutos.

Após a derrota, Tite pediu maturidade aos jogadores nos momentos de adversidade. "Temos que aprender a continuar jogando bem, acertando passes e marcando forte mesmo depois de levar o gol", alertou.

Fonte: Diário do Nordeste


MAT�RIAS RELACIONADAS:

0 comentários: