sábado, 9 de abril de 2011

Regional:
Dia internacional de combate ao Câncer é lembrado na Câmara de Quixadá



A palestra foi enriquecida com a demonstração de um documento composto por números e estatísticas.


Adicionar legenda
 Portal Revista Central

Um grande serviço à comunidade, essa foi à expressão que o vereador Wellington Xavier, populamente conhecido como Cí, fez referindo-se aos esclarecimentos e as dúvidas tiradas pelo Dr. Ednaldo em sua explanação que ainda destacou a falta de informação e campanhas de conscientização para reduzir os índices.

No Brasil as pessoas ignoram o assunto, as famílias não têm o costume de conversar e esclarecer dúvidas que posteriormente acabam agravando quadros que poderiam ser curados se tratado com prevenção, os hábitos alimentares também são fatores de risco importantes que devem ser observados.

A palestra foi enriquecida com a demonstração de um documento composto por números e estatísticas fornecidos por institutos de saúde que apontam as formas mais comuns de câncer e os principais fatores de risco.

O que é o Câncer.

O Câncer é um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e órgãos, e podem se espalhar para outras regiões do corpo. Estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores, que é o acúmulo de células cancerosas. Já o tumor benigno é apenas uma massa localizada de células que se multiplicam vagarosamente e se assemelham ao seu tecido original, raramente representa um risco de morte.

Segundo o Doutor existem diferentes tipos de câncer devido aos vários tipos de células do corpo, exemplificou os vários tipos de câncer de pele porque a pele é formada de mais de um tipo de célula. Se o câncer tem início em tecidos epiteliais como pele ou mucosas ele é denominado carcinoma, se começa em tecidos conjuntivos como osso, músculo ou cartilagem é chamado de sarcoma. Outras características que diferenciam os diversos tipos de câncer entre si são a velocidade de multiplicação das células e a capacidade de invadir tecidos e órgãos vizinhos ou distantes.

A maioria dos casos de câncer está relacionada ao meio ambiente, no qual encontramos um grande número de fatores de risco. As mudanças provocadas no meio ambiente pelo próprio homem, os “hábitos” e o “estilo de vida” adotados pelas pessoas, podem determinar diferentes tipos de câncer. Como exemplo temos o tabagismo, o alcoolismo, os hábitos alimentares, hábitos sexuais, medicamentos, fatores ocupacionais entre outros. São raros os casos de cânceres que se devem exclusivamente a fatores hereditários, familiares e étnicos, apesar de o fator genético exercer um importante papel na oncogênese. Determinados grupos étnicos parecem estar protegidos de certos tipos de câncer: a leucemia linfocítica é rara em orientais, e o sarcoma de Ewing é muito raro em negros.

Os tipos de câncer mais comuns segundo o Dr. Edinaldo no país são os de pele, pulmão, mama, estômago, colo uterino e próstata. O câncer de pele é o tipo que possui maior incidência. O tratamento de câncer pode ser feito através de cirurgia, da radioterapia, da quimioterapia e do transplante de medula óssea, em muitos casos essas modalidades devem ser combinadas. Esse dia foi criado para ampliar o conhecimento popular sobre o tratamento e, principalmente, sobre a prevenção da doença.

Mais Informações:

Câmara Municipal de Quixadá
Tv. Tiradentes, 515. Centro.
Telefone: (88) 3412-2285

Clistenes Silveira
Reportagem

Edgardo Moraes
foto




MAT�RIAS RELACIONADAS:

0 comentários: