quinta-feira, 28 de abril de 2011

Hospital Regional:
Prefeitos de três municípios unem forças e fazem graves denúncias contra Quixeramobim



Com essas denúncias o pacto entre Quixadá e Quixeramobim possívelmente acaba.

Jackson Perigoso

Os prefeitos de Boa Viagem, Canindé e de Quixadá, cujas suas cidades buscam sediar o Hospital Regional do Sertão Central-HRSC, estão preocupados com surgimento de denúncias que podem modificar totalmente o critério do governador Cid Ferreira Gomes. A escolha atual deve ser por meio de votos dos Prefeitos, Câmaras Municipais e Conselheiros de Saúde de todos os municípios que irão compor a nova Macrorregional de Saúde do Estado.

Na manhã de ontem, 27, o prefeito de Canindé, Manoel Cláudio Pessoa recebeu os prefeitos dos municípios de Boa Viagem, Fernando Assef; e de Quixadá, Rômulo Carneiro em seu gabinete para tratar de medidas com objetivo de buscar meios para que o governador Cid Gomes tome providências no sentido de evitar mecânismos antiéticos que supostamente estariam sendo utilizados por Quixeramobim, conforme relataram os gestores.

Em entrevista a uma rádio de Canindé, Rômulo Carneiro em comum pensamento com os outros participantes da reunião demostrou bastante preocupação e insatisfação com o surgimento de denuncias sobre os métodos utilizados por participantes da campanha do município de Quixeramobim.

Denúncia:

De acordo com os prefeitos dessas cidades, relataram que estaria existindo um grande e sorrateiro jogo político, no qual estaria sendo oferecidos benefícios financeiros, emendas parlamentares e apoio politico nas eleições municipais de 2012 para os prefeitos das cidades eleitoras se apoiarem à Quixeramobim.

Preocupados, os prefeitos de Boa Viagem, Canindé e de Quixadá, afirmam que estão sendo desrespeitados e resolveram unir forças e solicitam uma audiência urgente junto ao gabinete do governador para formular as denúncias, bem como requerem que sejam adotadas medidas para que prevaleça a democrácia no método utilizado na escolha da cidade sede. Eles querem ainda que sejam levados em conta os critérios técnicos e não politiqueiro.

Durante a tarde desta quarta-feira,27, a reportagem do portal Revista Central efetuou várias ligações para os dois números dos celulares do prefeito de Quixeramobim, Edmilson Correia de Vasconcelos Júnior para que o mesmo comentasse as acusações, entretanto, um dos números estavam fora de área ou desligado, já o outro chamava, mas não foi atendido, ficando assim o espaço aberto para a defesa do gestor.

Fotos e informações baseadas nas informações do blog Hospital em Canindé.



MAT�RIAS RELACIONADAS:

0 comentários: