segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Concursos:
Prova do Pró-cidadania será realizada na sexta-feira em Ibicuitinga

O Pró-Cidadania é um programa voltado para os municípios com até 50 mil habitantes, aqueles que não vão contar com o Programa Ronda do Quarteirão. O objetivo é que se tenha um agente de cidadania para cada 500 habitantes. O projeto é instalado no município através de convênio entre as prefeituras e o Estado.


A cidade de Ibicuitinga estar entre os municípios do estado beneficiados com o programa e estará realizando na próxima sexta-feira(15),a prova para seleção dos inscritos. A prova acontecerá na sede da escola Enéas Ferreira Nobre ás 13:00hs. Os inscritos que ainda não pegaram o edital da prova vale lembrar que poderão pegar o mesmo na sede da Prefeitura.

A edição do Jornal da câmara de Ibicuitinga no final de dezembro trouxe uma matéria que trata o projeto como "cabide de emprego político",no entanto, o prefeito Deca falou ao blog Ibicidade.com que trata o projeto de forma séria e que a seleção será feita dentro dos critérios do projeto.

Saiba Mais>>>

Nove meses após a criação do Programa de Proteção à Cidadania (Pró-Cidadania), do governo do Estado, o único município que conta com os agentes que atuam na segurança pública, os guardas municipais, é Tauá. Apesar da ineficiência do novo programa que promete levar mais segurança ao Interior, o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Nelson Martins (PT), assegura que até fevereiro o Programa deverá ser implantado em mais 100 cidades do Ceará.

Até o momento, 88 municípios já assinaram o convênio, embora o andamento esteja apenas em Tauá. As demais localidades estão no processo de seleção pública e outros já estão em um estágio mais avançado, no curso de capacitação dos agentes.

O deputado Heitor Férrer (PDT) espera resposta da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) sobre a inconstitucionalidade do Programa. Quando o projeto de lei foi aprovado na Assembleia, Férrer provocou a OAB a fazer uma análise.

Ele informou que mais uma vez fez provocou a OAB já que até agora ela não impetrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin).


MAT�RIAS RELACIONADAS:

0 comentários: