quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Polícia:
Empresário de Quixeramobim preso com carga roubada

Três homens - um deles, empresário do ramo de eletrodomésticos em Quixeramobim e Senador Pompeu - foram presos em uma operação desencadeada pela Companhia de Policiamento Rodoviário (CPRv) entre a noite de terça-feira (8) e a madrugada de ontem. Os três são acusados de integrar uma perigosa quadrilha responsável pelo roubo e receptação de cargas nas estradas da Região de Quixadá e de Municípios próximos.

O empresário Raimundo Nonato Dantas Fernandes, o "Nonatinho´, dono da rede de lojas ´Mobel Lar´ e da distribuidora de gás de cozinha, ´Mabel Gás´, foi detido juntamente com outros homens. As prisões tiveram início numa abordagem de rotina, dos policiais militares que trabalham no posto da CPRV na CE-060. Eles verificaram que algo estava errado com o homem que conduzia um caminhão carregado de eletrodomésticos. "Estamos sempre muito atentos à questão do trânsito. Quando abordamos o homem que estava guiando o caminhão, ele apresentou um documento que não era dele", contou o sargento Franklin.

Reginaldo dos Santos Oliveira dirigia o caminhão-baú com uma carga avaliada em R$ 50 mil. Logo depois a Polícia descobriu que ele havia participado do roubo daquele veículo, horas ante, em Boqueirão de Cesário, na BR-116. O motorista do caminhão foi feito refém e levado para um matagal, tendo sido localizado apenas ontem pela manhã, em Russas.

O assalto foi praticado por dois homens armados de revólver e pistola que estavam em um Escort de placa HVL-0652. Reginaldo foi apontado pela PM como sendo um deles. O outro foi identificado por Cláudio Orestes Pesqueira Monteiro. Um terceiro envolvido no roubo, conhecido apenas como ´Velho´, conseguiu escapar. Segundo a equipe da CPRv, os bandidos levavam a carga tomada de assalto para Quixeramobim, onde seria vendida. "Esperamos o comerciante chegar ao local combinado com a quadrilha e ele apareceu numa Hilux", contou o tenente-coronel Werisleik Ponte Matias, comandante da CPRv.

Comerciante

Raimundo Nonato Dantas Fernandes, o ´Raimundinho´, foi preso em flagrante. "Reginaldo confessou que a carga seria vendida por R$ 25 mil ao comerciante", disse o oficial. No momento da prisão, o comerciante teria oferecido um cheque no valor de R$18 mil pela sua liberação. "Apreendemos o cheque e demos voz de prisão pela corrupção ativa", destacou o sargento Franklin. Os três foram autuados na DRFVC.

Fonte: (Diário do Nordeste)
Matéria extraída e autorizada pelo site Revista central



MAT�RIAS RELACIONADAS:

0 comentários: